• Breve Histórico





  • 1829 - Carta Patente expedida pelo Supremo Conselho dos Países Baixos (atual Bélgica), autoriza Francisco Gomes Brandão (Francisco Gê Acaiaba de Montezuma - Visconde de Jequitinhonha) a fundar um Supremo Conselho no Brasil.

    1832 - Montezuma funda o “Supremo Conselho do Grau 33” no Brasil em 12 de novembro. Sua doutrina tem por base nas Grandes Constituições Gerais de 1762 e 1786, fundamentada na hierarquia de 33 Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito, sob o lema “DEUS MEUNQUE JUS”.

    1854 – Fusão com o Grande Oriente do Brasil. O Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil era ao mesmo tempo Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho.

    1927 – Cisão, o grande cisma na Maçonaria Brasileira, originado no Supremo Conselho repercute na Obediência simbólica, propiciando a criação das Grandes Lojas Estaduais Autônomas.

    1929 – Em Paris na Convenção de Supremos Conselhos, o Supremo Conselho, então ligado ao Grande Oriente do Brasil, foi impedido por um organizador de participar do conclave e apresentar a sua versão dos fatos sobre a cisão, enquanto que a facção que fora dissidente – ou seja, discordara da orientação existente até 1927 – contava com as suas benesses e recebia os foros de legitimidade e regularidade, no território brasileiro.

    1951 – Supremo Conselho Remanescente recupera sua autonomia, separando-se da Obediência Simbólica do Grande Oriente do Brasil.

    1960 – Assembleia Constituinte do Grande Oriente se reúne para decidir se sua sede mudaria para do Rio de Janeiro para Brasília.

    1965 – Assinado o tratado de Amizade e Aliança Maçônica do Supremo Conselho com o Grande Oriente do Brasil, publicado no Boletim Oficial nº 19, Ano III, novembro/ dezembro.

    1973 - Ariovaldo Vulcano lança a pedra fundamental da nova sede própria do Supremo Conselho do Brasil, no Campo de São Cristóvão - RJ

    1978 - Em Sessão plenária do Supremo Conselho, a 14 de setembro, Vulcano comunicava que a inauguração da sede, no Campo de São Cristóvão, estava programada para o dia 10 de novembro. - A Secretaria de Cultura era uma velha aspiração de Vulcano, Maçom culto dedicado ao Supremo Conselho e ao Grande Oriente do Brasil. O primeiro Secretário de Cultura foi Américo Bispo da Silveira e o primeiro ocupante da Secretaria de Comunicação Social foi Ney Coelho Soares.

    1986 - A 4 de setembro foi aprovado a criação do Grêmio de Radioamadores, que permitiria ao Supremo Conselho instalar uma Estação de Transmissão de Radioamador, com alcance em todo o País com a finalidade de transmitir boletim informativo semanal, sobre os assuntos de interesse de todos os Corpos Filosóficos de todo País.

    1988 – Falece o Soberano Grande Comendador Ariovaldo Vulcano.

    1995 - Criado o Museu Maçônico e Histórico do Supremo Conselho, por Ney Coelho Soares, Soberano Grande Comendador em exercício na época.

    1998 - O Supremo conselho continuou a crescer e tornou-se um grande complexo arquitetônico sob o comando do Soberano Grande Comendador Ney Coelho Soares que também lança a revista “O GRAAL”.

    2003 - Em 27 de junho é inaugurada a Biblioteca Dr. José Ramos Penedo, que possui a função social de democratizar e disseminar a informação ao público. Seu acervo é formado por literatura maçônica e profana, monografias, teses, periódicos e material iconográfico. Há restrições de acesso ao acervo que possa violar a privacidade da Maçonaria.

    2007 – o grande empreendedor Enyr de Jesus da Costa e Silva foi eleito Soberano Grande Comendador. Sua vida maçônica teve inicio no dia 20 de novembro de 1975, na Loja Copacabana do Grande Oriente do Brasil. No dia 14 de maio de 1976, iniciou na Loja de Perfeição Cruzeiro do Sul, começando assim sua caminhada nos Graus Filosóficos da Maçonaria e hoje tem a responsabilidade de ocupar o comando do Supremo Conselho do Brasil.

    2009 – Por determinação do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva, o Centro Cultural Maçônico participa anualmente da Semana Nacional de Museus, evento promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus IBRAM. O evento possibilita aos visitantes uma viagem pela história, ciência e cultura nas instituições museológicas do Bairro de São Cristóvão, cumprindo o seguinte roteiro: Museu Nacional, Museu Militar Conde de Linhares, Casa da Marquesa de Santos, 1º Batalhão de Guardas – Batalhão do Imperador – 1823, Centro Cultural Maçônico, Museu de Astronomia e Club de Regatas Vasco da Gama. Neste Projeto, o Centro Cultural Maçônico, durante dois dias – sábado e domingo – abre suas portas e atinge uma visitação de aproximadamente três mil pessoas.

    2010 - Em janeiro, sob a administração do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva, o Museu passou a ser denominado Centro Cultural Maçônico, espaço que reúne cultura de diversas formas, como exposições de longa duração e temporária, seminários, sala de leitura e teatro. É um espaço aberto ao público em geral, objetivando expor a cultura maçônica e sua influência na História do Brasil.

    2012 - Por determinação do Soberano Enyr de Jesus da Costa e Silva, foi realizado um trabalho de união e integração nacional da Maçonaria. A intenção foi integrar cada vez mais o Supremo Conselho com a Maçonaria Brasileira, mediante tal fato, o Santo Império foi representado em todos os Estados. As viagens foram iniciadas pelo estado do Amazonas, depois São Paulo, Rondônia, Fortaleza, Minas Gerais e o maior município do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo. Por conseguinte, o trabalho tornou-se visível para os Maçons brasileiros, consolidando a integração de todos os estados e todos os Irmãos com um só objetivo: mostrar a grandeza e a seriedade do Supremo Conselho do Brasil.

    2013 - Por intermédio do trabalho digno e eficiente de seus Delegados Litúrgicos e Diretores dos Órgãos e Corpos de suas jurisdições, o Supremo Conselho do Brasil difunde os objetivos salutares da doutrina e estudo do Rito Escocês, cultivando a fraternidade, o labor incessante em prol da Ordem Maçônica e a permanente pregação da esperança e da solidariedade entre os povos de todas as partes do Mundo. - O Convento Sir Percival de Gales nº001, o primeiro da América Latina, atualmente presidido por Luiz Neto Ilustre Comendador Cavaleiro do Convento, retorna ao Supremo Conselho do Brasil por determinação do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva. 2014 – Grande feito conquistado pelo Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva e sua Administração, que priorizam compromissos dignos e de superação, foi a restauração do Tratado com a Inglaterra, consolidando um relacionamento longo e fraterno, em 01 de setembro.
    - Por determinação do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva, nas comemorações dos 182 Anos no Supremo Conselho reuniu novamente o Simbolismo e a Filosofia objetivando firmar um compromisso de mútuo aprendizado e união. Promoveu também o 1º Encontro Feminino do Supremo Conselho do Brasil, com a participação da cunhada Esther S. B. da Costa e Silva e Sheila Muniz Pinho (in memoriam), homenageadas pelos De Molays do Convento Sir Percival de Gales, nº001.

    2015 – O Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva continua construindo suas aspirações com fidelidade, servindo a Ordem Maçônica com dignidade e respeito, praticando as virtudes da caridade e tolerância, eliminando discórdias e cumprindo seus deveres com elevada competência. O Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva, nas comemorações dos 183 Anos no Supremo Conselho reuniu novamente o Simbolismo e a Filosofia objetivando firmar um compromisso de mútuo aprendizado e união.

    2016 – O Supremo Conselho do Brasil, completa 184 Anos e continua sob a direção do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva, que com muita determinação e responsabilidade enfrenta um ano de turbulências no País, mas consegue manter o equilíbrio e harmonia nesta Instituição Maçônica. O reflexo de sua administração fica visível quando observa-se o números de Irmãos que chegaram a elevação ao Grau 33. No decorrer deste ano, também por determinação do Soberano, os membros do Santo Império estiveram presentes em várias sessões em diversos Estados do País, inclusive realizando Investiduras ao Grau 33.